10 tendências de publicação que todo autor precisa saber em 2021

O mercado mundial do livro passou por mudanças marcantes em 2020. Depois de um ano atípico, de mudanças, reformulações e novos padrões, o que os escritores e editoras podem esperar para 2021?

Trago para você uma relação de informações baseada em uma pesquisa de divulgação inédita no Brasil, desenvolvida pelo Written Word Media, que apresenta dez tendências de publicação que todo autor precisa saber em 2021 (The Top Ten Publishing Trends Every Author Needs to Know In 2021).

Quando o assunto é publicação:

1#: Mais autores tradicionais migrarão para o modelo independente

O sucesso financeiro de alguns autores independentes vem sendo percebido. Mark Dawson, da The Self Publishing Formula, afirma que a descoberta das oportunidades disponíveis pode ter fomentado essa tendência.

Autores perceberão as oportunidades da autopublicação (especialmente quantos aos eBooks) e que, sozinhos, têm mais poder de negociação. Assim serão tentados ao caminho independente, afinal, muita competição de um lado gera espaço no outro.

2#: Autores independentes em cooperação

Da partilha de custos de produção à combinação de esforços de marketing, esta é uma ótima forma dos autores publicarem mais rapidamente e expandirem os seus catálogos.

Essa colaboração será melhor apoiada pela própria indústria de editoras independentes, que facilitará o processo.

#3: Na disputa Amazon x Apple x Google, quem ganha é o autor!

A Amazon é o principal espaço de vendas para autores, mas em 2020 duas outras grandes plataformas se mostraram interessadas em competirem pelo público.

No ano passado, a Apple anunciou uma reformulação do seu portal para autores e afirmou que isso facilita o processo para os usuários sem Mac publicarem iBooks. O Google Play também renovou a sua interface analítica de publicação, o que facilita a análise de vendas pelos autores na plataforma.

Essas ações da Apple e do Google são um sinal de investimento nos autores independentes, e isso continuará em 2021! A concorrência entre os mercados resulta no bem dos autores e em mais melhorias nas plataformas. 2021 trará desenvolvimentos!

#4: A força dos audiolivros e o benefício para os autores

As plataformas de audiolivro bombaram em 2020 e estão competindo pelo centro das atenções em 2021. O resultado? Mais oportunidades para os autores que investirem em audiolivros. Além disso, esse meio de consumo tende a crescer muito nesta próxima década e poderá, inclusive, ultrapassar a venda de eBooks em alguns anos.

O MERCADO DO EBOOK

5#: E o COVID-19?! Como afetará os autores?

A pandemia impactou fortemente o mercado de livros no geral e, principalmente, os livros eletrônicos. As pessoas isoladas recorreram aos livros para entretenimento e educação pelo meio digital.

No segundo semestre e depois da vacinação contra o coronavírus, porém, as pessoas poderão sair de casa e embarcar novamente em viagens e possivelmente terão menos tempo (ou inclinação) para ler. Com isso, comprarão menos livros, o que pode significar uma pausa temporária nas vendas de eBooks durante a fase de “reemergência pós-Covid”. Ainda assim, tal como com muitos dos hábitos adotados durante a pandemia, é provável que uma mudança de livros físicos para digitais se mantenha, de modo que, até 2022, as vendas de eBooks terão normalizado em novos padrões de vendas.

6#: Mercado global do eBook em alta

Mais uma vez, espaço para otimismo! Mark Leslie, editor do mercado do livro internacional, afirma “algo que acredito que é difícil para os autores entenderem, principalmente aqueles que acreditam que o mercado está saturado com eBooks, é que estamos no início de uma transformação de longa duração de consumo de livros digitais.”

Pelo uso da tecnologia e preferência por não acessar bibliotecas e livrarias, a tendência é que em 2020 mais leitores se voltem para o digital. E assim que descobrirem a facilidade, eles aderirão ainda mais ao uso. E sim, isso é uma tendência internacional!

#7: Sucesso com as vendas internacionais

A pandemia tem acelerado o desenvolvimento do mercado de eBooks nos países europeus que até agora eram vistos como extremamente tradicionais nos seus hábitos de compra de livros. Com a globalização e a publicação internacional, isso tende a se desenvolver ainda mais.

Pesquisas apontam até mesmo que existem agora novos autores que podem não voltar a imprimir. Os autores dispostos a investir na tradução poderiam ter um grande apoio neste mercado europeu de livros eletrônicos em ascensão. Os editores internacionais afirmam que o próximo polo será mercado alemão, mas que os franceses, italianos e espanhóis estarão a recuperar rapidamente.

E o marketing? Como fica?

#8: Ano intenso para anúncios

O coronavírus acelerou a mudança para o digital em todas as indústrias, não apenas entre os livros. Com isso, a publicidade digital paga passa também passa a ser fomentada. Isso significa que mais varejistas e marcas irão gastar mais em marketing em canais digitais em 2021. O aumento das despesas e da concorrência irá aumentar os custos da publicidade digital para os autores.

Como se isso não fosse suficiente, mudanças fundamentais no layout tendem a dificultar o uso. Os autores devem estar preparados para ver custos de publicidade mais elevados em 2021, mas onde houver mudança, poderá haver oportunidade.

#9: Bom uso do e-mail!

Para bem conversar com o leitor, os autores ficarão ainda mais chegados às listas de mailings. Se com tantas opções de publicidade e anúncios fica mais difícil do que nunca obter a atenção do leitor, com um e-mail e um bom texto, você se aproxima dele.

#10: Ponto para os autores que escrevem em série

Pesquisas indicam que escrever uma série resulta em mais vendas. Em 2021, os autores que concentrarem-se na escrita de séries terão recompensas financeiras.

A pesquisa do WWM explica: 2020 mostrou que ter mais livros publicados é uma vantagem para os autores. Assim, com o mercado dos livros eletrônicos crescendo a todo momento, os autores com vários livros publicados estão melhor posicionados para “brilhar”. Se esses livros publicados forem em trilogias e séries, melhor ainda!

Ricci Wolman, do Written Word Media, prevê que mais autores se concentrem no crescimento do seu catálogo para colherem eficiências de marketing e de ganhos. “Há uma fórmula para o sucesso e ganhos elevados como autor independente“. Os autores que seguem esta fórmula estão a ganhar”.

Ou seja, 2021 tende a ser ainda mais movimentado e com notícias boas para os autores engajados e interessados em aprender mais e mais!

Quer ficar antenado nas tendências e conhecer mais sobre o mercado do livro com dicas para autores que querem trabalhar suas carreiras? Não deixe de acompanhar as minhas postagens no Instagram (@liliancardoso).

 

Fonte: Written Word Media

Posts relacionados

2 Responses
  1. Francisco Fonseca Neto

    Matéria muito interessante. Acabei de comprar o curso e já estou recebendo informativos. Parabéns, Lilian, a primeira impressão (sem trocadilho) é muito boa.

Leave a Reply