Como dividir os capítulos do seu livro para criar uma narrativa cativante

A divisão de capítulos de um livro determina o ritmo de leitura e pode ser um diferencial para conquistar a atenção do público.

Para muitos autores, separar a história em capítulos é motivo de grande aflição. Isso porque eles ainda não descobriram como fragmentar os momentos mais relevantes das suas obras.

Uma boa divisão de capítulos pode ser o elemento secreto para que o seu livro prenda o leitor até a última página!

Pensando nisso, produzi este artigo com insights poderosos e muito úteis para que você entenda como dividir os capítulos do seu livro de maneira fluída e cativante. Confira!

Escolha uma divisão de capítulos que funcione para você

A estruturação de capítulos é um ponto muito variável na escrita de um livro. Não há uma regra preestabelecida, nem um modelo a ser seguido.

Cada autor escreve do seu próprio jeito e tem sua maneira única de subdividir a história.

Você pode começar o livro com um prólogo e terminar com um epílogo ou simplesmente ignorá-los se quiser.

Também é possível dividir o seu livro em partes e fracioná-las em trechos menores, não tem problema.

A única regra é escrever da forma que se encaixe melhor com o seu estilo e a proposta da sua obra.

Fórmulas dos grandes escritores

Na história da literatura encontramos escritores que dividiam os capítulos de suas obras de diferentes maneiras.

Temos autores como José Saramago, que chegou a escrever livros inteiramente contínuos, sem divisão alguma, nem mesmo de parágrafos!

E outros como Euclides da Cunha, que reduziu um capítulo todo a um parágrafo apenas.

Uns trocam o ponto de vista da história a cada novo capítulo, de forma a abranger a perspectiva de vários personagens, outros usam o recurso do narrador onisciente.

Alguns sintetizam toda a ideia do capítulo no seu título, enquanto outros apenas escrevem “Capítulo 1”, “Capítulo 2” e assim por diante.

A forma como os capítulos da sua história serão organizados fica por sua conta, cabe a você decidir como vai fazer!

O importante é como você apresenta a trama e a faz avançar ao longo desses capítulos, ok?

Divisões de capítulos precisam segurar o leitor

Sabe quando você não consegue largar aquele livro incrível e se pega pensando que vai ler “só mais um pouquinho” antes de ir para a cama?

É este sentimento que você deve despertar no seu público cada vez que finalizar um capítulo. Tente sempre levar o leitor a algum lugar de expectativa.

Desenvolver a narrativa de modo a criar ganchos ao final de cada capítulo, também conhecidos como “cliffhangers”, é o melhor jeito de manter seus leitores concentrados na sua história.

Se você souber construir esta atmosfera de suspense da maneira correta, com certeza manterá seu público interessado até a última página.

Não alongue os capítulos do livro sem necessidade

Evite escrever capítulos arrastados que não levam o enredo do livro a lugar algum.

Pense na sua história como um apanhado de contos que se relacionam e levam a um desfecho em comum.

Cada um desses pequenos “contos” deve ter o seu próprio começo, meio e fim e deve se interligar com o capítulo que vem antes e o que vem depois.

Você precisa subdividir a sua obra de maneira coesa e direta. Foque apenas no que é essencial, no que faz a sua história ser o que é.

Despertar no leitor o desejo de “devorar” o livro deve ser a sua principal prioridade. Tenha isso sempre em mente ao pensar em como construir e estruturar o modelo narrativo dos capítulos do seu livro.

Melhores dicas para dividir os capítulos do seu livro

Confira um resumo das melhores dicas reunidas neste artigo imperdível sobre divisão de capítulos de livros:

  • Escolha um modelo de divisão que se adapte à sua história e faça sentido com a narrativa que você criou;
  • Faça uma pesquisa sobre a divisão de capítulos de grandes escritores e avalie quais formatos você mais gosta;
  • Você também pode avaliar a divisão de capítulos dos livros que tem em casa e analisar qual deles mais te atrai;
  • Pense no fim do seu capítulo como a “cena final” do episódio de uma série ou novela: ele precisa segurar a atenção do leitor;
  • Não alongue demais os capítulos se isso não fizer sentido para a sua história. Capítulos mais curtos tendem a tornar o ritmo de leitura mais fluído;
  • Certifique-se de que cada capítulo se encaixa com a narrativa geral do seu livro e se conecte com o que veio antes e o que virá depois.

Aprenda com especialistas em edição de livros

Gostou de aprender mais sobre como dividir os capítulos de um livro? Então você amará fazer parte da comunidade de alunos do curso Escritores Admiráveis!

Com aulas práticas e rápidas, você terá acesso aos melhores ensinamentos de quem trabalha com a edição, venda e divulgação de livros diariamente.

Para entrar para a lista de espera do curso Escritores Admiráveis, clique aqui.