Entenda a diferença entre gêneros literários e categorias literárias

As definições de gêneros literários e categorias literárias estão intimamente ligadas, por isso, geram dúvidas nos escritores, especialmente naqueles que estão dando os primeiros passos na carreira.

Gênero é um termo amplo que pode ser utilizado para definir grupos ou “tipos” de músicas, filmes, séries e livros que possuem características em comum.

 

 

Na literatura, os gêneros são aplicados para orientar o leitor sobre o conteúdo da obra e também para guiar determinados estilos de escrita e formatação.

Em geral, os gêneros diferem pelos enredos e sentimentos que provocam no público.

É a partir deles que surgem as categorias literárias que conhecemos hoje, como romance policial, literatura espiritualista, suspense e tantas outras.

Neste artigo, você conhecerá os principais gêneros literários e as categorias que se originaram deles. Aproveite a leitura!

Os três grandes gêneros literários

Platão e Aristóteles, filósofos da Grécia Antiga, foram os primeiros a definir os gêneros literários em três vertentes.

Segundo os estudiosos, as obras produzidas até então poderiam ser categorizadas como Líricas, Épicas ou Dramáticas.

Atualmente, o gênero Épico também é conhecido como Narrativo.

Confira as características primordiais de cada gênero

Lírico

Os gêneros líricos são marcados fortemente pela presença subjetiva do autor, o eu-lírico.

Eles também são compostos por textos que dão mais destaque para pronomes e verbos na 1ª pessoa e tratam de temas relacionados aos sentimentos e emoções.

Também é comum que os gêneros líricos explorem a musicalidade das palavras.

Épico/Narrativo

Os gêneros épicos ou narrativos se destacam por possuírem uma estrutura em forma de prosa com um começo, um clímax e um encerramento.

Parte das obras desta categoria também contam com um narrador para descrever os acontecimentos da história.

Os temas abordados podem ser fictícios ou terem respaldo em fatos que realmente ocorreram.

Dramático

Na antiguidade, as obras desta categoria eram marcadas pela possibilidade de dramatização, ou seja, de serem encenadas em forma de teatro.

Atualmente, a distinção dos gêneros dramáticos exige uma análise mais aprofundada, já que se tornou comum adaptar histórias da literatura para a televisão, cinema e peças teatrais.

Desbravando os gêneros literários

A partir das definições literárias listadas acima, é possível destrinchar uma infinidade de “subgêneros” literários agrupados seguindo as características marcantes de cada um.

Gêneros líricos

  • Poesia: tem como base a harmonização das palavras através de versos que formam estrofes;
  • Ode: composição sonora que descreve o mundo e a natureza de forma emocional;
  • Sátira: texto que usa a ironia e o sarcasmo para abordar temas polêmicos;
  • Hino: composição musicalizada criada com foco na adoração de uma pessoa ou entidade;
  • Soneto: um poema com 14 versos distribuídos em dois quartetos e dois tercetos;
  • Haicai: poema de origem japonesa que não contém rimas e geralmente composto por três versos;
  • Acróstico: formato de poema em que certas letras de cada verso, quando lidas em determinada direção e sentido, formam uma nova palavra ou frase.

Gêneros épicos/narrativos

  • Romance: textos literários que possuem enredo com começo, meio e fim e possuem cenários, personagens e marcações temporais;
  • Fábula: texto fantástico que costuma utilizar animais para narrar uma história com cunho moral;
  • Novela: forma de narrativa menor que o romance e maior que o conto;
  • Conto: produção literária curta que costuma tratar de eventos e figuras fictícias;
  • Crônica: texto que apresenta um ponto de vista bem-humorado e também crítico dos acontecimentos do cotidiano;
  • Ensaio: quase didático, este formato de texto reúne os conceitos, críticas e ponderações morais e filosóficas sobre um determinado tema;
  • Epopeia: espécie de poema que retrata ações heroicas.

É dentro destes gêneros épicos/narrativos que surgem também as definições mais utilizadas para categorizar obras literárias na atualidade. Veja alguns exemplos:

  • Romance Policial;
  • Romance Psicológico;
  • Romances Históricos;
  • Apocalipse Zumbi;
  • Autobiografia;
  • Biografia;
  • Chick-Lit (literatura feminina moderna);
  • Fantasia e Fantasia Científica;
  • Ficção Científica;
  • Folhetim;
  • Horror;
  • Literatura Brutalista;
  • Literatura Fantástica;
  • Literatura Infantojuvenil;
  • Literatura YA (Young Adult – Jovem Adulto);
  • Metaficção;
  • Neocrítica;
  • Novelas de Cavalaria;
  • Paródia;
  • Sick-Lit (literatura marcada por eventos trágicos);
  • Space Opera;
  • Suspense;
  • Vampirismo;
  • Literatura Gótica;
  • Literatura Esotérica;
  • Romances Espíritas;
  • Literatura de Autoajuda;
  • Literatura de Negócios;
  • Literatura Steampunk;
  • Literatura Cyberpunk;
  • Literatura Espiritualista;
  • Literatura de Aventura;
  • Literatura de Guerra;
  • E muito mais!

Gêneros dramáticos

  • Auto: composição teatral criada na Idade Média com teor cômico ou de doutrinação moral;
  • Comédia: texto que satiriza costumes, hábitos, moral e outros aspectos que envolvem a sociedade;
  • Tragédia: produção textual que narra um acontecimento trágico, geralmente relacionado aos deuses e à natureza;
  • Tragicomédia: texto que mistura elementos trágicos e cômicos;
  • Farsa: com teor cômico, costuma ilustrar acontecimentos da rotina familiar.

Importância dos gêneros literários para a sua carreira

Como você viu, os gêneros literários são divididos considerando diferentes temas e formatos. Saber disso é essencial para definir onde a sua obra se encaixa.

Se você escreve poesia, por exemplo, terá que seguir uma determinada formatação, separando o texto em versos e estrofes.

Se você escreve romances, precisa ter cenários e personagens bem definidos, além de uma narrativa com começo meio e fim.

Os gêneros literários também facilitam a conexão com o público, pois eles servem como um filtro inicial para o gosto do leitor.

 

 

Sabendo que o seu público gosta de livros de poesia, ficará mais fácil se aproximar dele.

Vale salientar que você não precisa escrever para apenas um gênero literário, mas é comum que os autores se tornem populares ao focar em determinado ramo da literatura.

Atenção com as categorias literárias para a sua obra

As categorias literárias, criadas a partir dos gêneros literários, funcionam como marcadores das obras e tem a função de facilitar a busca por títulos de determinado tema ou conteúdo.

No gênero de romance, por exemplo, exite uma infinidade de categorias, como listamos anteriormente.

Esta divisão dos gêneros por categorias também é encontrada em livrarias e bibliotecas, mas de maneira mais limitada.

A busca de livros na Amazon e em outros sites e portais são orientadas tanto por gêneros quanto por categorias.

São elas que mostram um direcionamento mais aprofundado do que o leitor encontrará na obra.

Em ambientes online, é possível encontrar um nível de especificidade muito maior navegando nas categorias: “Poesia -> Autores individuais -> Autores de origem latina” ou ainda “Romance -> Romance Histórico -> Medieval”.

E é aí que mora uma das grandes sacadas dos autores contemporâneos: entender como definir a sua obra a partir de categorias e subcategorias.

Torne-se um expert no seu próprio livro

Se gostou deste conteúdo, onde mostrei a diferença entre gêneros literários e categorias literárias, você ficará feliz em saber que pode encontrar mais ensinamentos assim…

Reuni minha experiência de mais de 13 anos no mercado do livro em uma formação completa para os autores que desejam tirar as suas histórias da gaveta.

Com curso Escritores Publicados, você descobrirá o passo a passo para escrever e publicar livros de um jeito prático e sem complicações.

Você entenderá como estruturar a sua obra com todos os elementos que um livro precisa ter e conhecerá tudo sobre capa, sinopse, orelhas, divisão de capítulos e muito mais!

Além disso, quero te ajudar a tomar as melhores decisões para a sua carreira explicando em detalhes como funciona cada modelo de publicação disponível hoje no Brasil.

Clique aqui para conhecer todos os benefícios do curso e aproveite nossa oferta especial de lançamento.

 

Fontes: Brasil Escola, Educa Mais Brasil, InfoEscola