Estrutura do livro: o que é e como fazer sinopse, epígrafe, prefácio, posfácio, epílogo, endosso e outros

Além dos desafios para a construção da narrativa, os autores iniciantes enfrentam dificuldades para desvendar o significado de termos técnicos como sinopse, epígrafe, prefácio, posfácio e tantos outros que envolvem a produção de um livro.

Estes termos se referem a elementos que podem ou não ser obrigatórios em uma obra.

Boa parte destes elementos funciona como um direcionamento a mais para o leitor sobre o que ele encontrará a seguir ou um resumo do que ele já leu.

Neste artigo, você entenderá o que é e como fazer sinopse, epígrafe, prefácio, posfácio, endosso e agradecimentos para compor a estrutura do seu livro. Boa leitura!

O que é e como fazer uma sinopse

A sinopse é formada por poucas frases que condensam a essência do seu livro.

Ela funciona quase como um resumo, mas a intenção não é sintetizar a obra e sim criar um texto que seja convidativo para o leitor.

Uma boa sinopse pode ser a porta de entrada para que o leitor decida se aventurar pelo universo que você criou, por isso é importante investir tempo e dedicação na produção deste elemento.

O texto de sinopse costuma ter entre 150 e 350 palavras, sendo então um conteúdo conciso e objetivo.

Para desenvolver a sinopse do seu livro, faça a seguinte reflexão: se você pudesse resumir sua história em uma frase, qual seria?

 

 

Neste texto, você precisa deixar claro porque a mensagem do seu livro é única para que ela se torne indispensável para o leitor.

A sinopse é um elemento obrigatório para o seu livro, pois você precisará dela para divulgações importantes, como a apresentação da sua obra na Amazon.

Veja como criar uma sinopse irresistível com as dicas que preparei para você clicando aqui.

O que é e como fazer uma epígrafe

A epígrafe é um pequeno texto com caráter introdutório utilizado no início do livro ou no começo de cada capítulo.

Ela é apresentada sempre em forma de verso ou prosa e costuma ser acompanhada da identificação do autor ou autora do trecho.

A epígrafe pode ser utilizada para ambientar o leitor sobre o que ele encontrará nas próximas páginas.

Você pode usar textos que contenham pistas ou indícios de informações que serão relevantes para a história.

Este é um elemento opcional para o seu livro.

O que é e como fazer um prefácio

O prefácio é mais uma espécie de texto introdutório, onde o autor pode apresentar o tema do livro e contextualizar o leitor sobre a história.

Alguns escritores, por exemplo, utilizam o prefácio para falar sobre a época ou o momento em que o livro foi escrito, destacando costumes e acontecimentos importantes.

Vale destacar que o prefácio não faz parte da história narrada no livro.

Este é um elemento opcional para o seu projeto literário.

O que é e como fazer um prólogo

O prólogo é o texto que aparece por primeiro na sequência de páginas do livro, mas não precisa necessariamente ser uma introdução para a história.

No prólogo, o autor pode, por exemplo, apresentar uma cena que se encontra no meio ou próxima ao fim do livro, para despertar a curiosidade do leitor.

Este é um elemento opcional para o seu livro.

O que é e como fazer um agradecimento ou dedicatória

Os agradecimentos e dedicatórias são voltados para às pessoas que contribuíram para a realização da obra.

Consiste em um texto curto de caráter mais pessoal e com o objetivo de destacar os indivíduos que foram importantes para o desenvolvimento do seu livro.

Se você decidir incluir uma página de agradecimentos no seu projeto literário, lembre-se de ser objetivo e resumir tudo o que precisa dizer em pouquíssimos parágrafos.

O que é e como fazer um posfácio

O posfácio é praticamente uma contrapartida do prefácio. Nele, você abordará temas relacionados à conclusão da obra.

Você pode reunir informações ou pontos de vista válidos para este momento de finalização da leitura.

 

 

Lembre-se que o posfácio não contém informações acerca do desfecho da narrativa.

Este é um elemento opcional para o seu livro.

O que é e como fazer um epílogo

Diferente do posfácio, o epílogo possui ligação direta com o desfecho da história.

Você pode utilizar o epílogo para apresentar os resultados das ações dos personagens e a conclusão da narrativa.

O prólogo pode ser escrito como um posicionamento do próprio autor, mas também é comum que ele apresente o ponto de vista de um dos personagens do livro.

Este é um elemento opcional para o seu livro.

O que é e como fazer um endosso

Endossar uma obra significa recomendá-la para o leitor. Um endosso é geralmente feito por uma figura de destaque que tenha relação com o tema do livro.

Ele também pode ser produzido por um colega escritor reconhecido no seu gênero literário ou ainda por um especialista nos tópicos abordados.

Você pode usar o seu networking para solicitar pedidos de endossos, mas lembre-se de que esta recomendação deve partir de alguém que tenha relevância para o seu trabalho.

O que é e como fazer um sumário

O sumário funciona como uma relação das divisões do livro, que podem ser feitas com seções ou capítulos.

As informações devem seguir a mesma ordem em que aparecem na obra e sempre acompanhadas da página em que se encontram.

O ideal é que o autor construa o sumário somente após finalizar a obra, para evitar erros de paginação.

Este é um elemento não-obrigatório nos livros, mas é interessante para guiar a experiência do leitor.

Use um sumário se os capítulos do seu livro são divididos por títulos trabalhados com frases ou nomes.

Se você optar pela estrutura “Capítulo 1, Capítulo 2 etc.” o sumário não é indicado.

O que é e como fazer um índice

Confundido com o sumário, o índice reúne as palavras-chave e frases de destaque na obra.

Estes termos são acompanhados de informações que ajudam na compreensão do significado deles para o contexto da narrativa.

O índice deve ser incluso no fim do livro caso você decida utilizá-lo no seu livro.

O que é e como fazer um glossário

O glossário pode ser compreendido como um dicionário dos termos e palavras que o livro introduz ou que são pouco usuais para o leitor.

Este é um elemento opcional na estrutura do livro e costuma aparecer no fim da obra.

Entenda o processo de publicação de livros

Neste artigo você descobriu o que é e como fazer a sinopse, epígrafe, prefácio, posfácio, epílogo, endosso e agradecimentos do seu livro, mas que tal ir além?

No curso Escritores Admiráveis você encontra todo o passo a passo para a publicação do seu livro!

Você conta ainda com os ensinamentos de grandes especialistas do mercado literário brasileiro para o sucesso do seu projeto.

Veja o que os alunos estão falando sobre o curso:

 

Você terá acesso aulas práticas e dinâmicas que reúnem o que há de melhor sobre a edição, publicação, divulgação e venda de livros.

Para conhecer tudo o que você encontra no curso Escritores Admiráveis, basta clicar aqui.